sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

DEZEMBRO IMPOSSÍVEL NÃO PROTESTA EM NOVA IGUAÇU

D E Z E M B R O    #23


SONHO IMPOSSÍVEL - CANTA MARIA BETHANIA - CLIQUE PARA OUVI.


PAZ, SAÚDE E PROSPERIDADE EM 2012

                                                                                 

AS TEMPERATURAS ESTÃO MUITO ALTAS EM NOVA IGUAÇU. O VERÃO EM 2012 SERÁ MUITO QUENTE - É UMA QUE TEREMOS ELEIÇÕES PARA PREFEITO E VEREADORES. AGORA ELES SERÃO VINTE E (28) - QUEM PODERÁ SALVAR O POVO.
O TRÂNSITO EM NOVA IGUAÇU CONTINUA O CAOS. SE LEVA DUAS HORAS SÓ PARA SAIR DA VIA LIGHT NO SENTIDO TERMINAL RODOVIÁRIO. O JORNAL HORA H ESTAR COBERTO DE RAZÃO. OS CARGOS SÃO CABIDE DE EMPEGO. LENDAS DIZEM QUE SE TEM "FANTASMAS" NO PALÁCIO DAS ALMAS.




ELES ESTÃO AGUARDANDO AJUDA E SOCORRO POR PARTE DO GOVERNO - CADÊ O SOCIAL. FOTO GIAMONAMI - 22 DE DEZEMBRO DE 2011.




A MATÉRIA ABAIXO FOI PUBLICADA NO BLOG DO CORONEL

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011


Dilma acusa as polícias estaduais por "limpeza humana". E a oposição calada.

O IBGE não considera a população moradora de rua nos seus censos demográficos. No entanto, as estimativas são de que entre 0,6% e 1% dos brasileiros vivam nas ruas. O número, desta forma, pode variar de 1,2 milhão a 2 milhões que não possuem uma casa para morar.

Dilma Rousseff, ontem, dando sequência ao espetáculo de demagogia inaugurado pelas lágrimas de crocodilo de Lula, em 2003, esteve em meio aos catadores de lixo. Em referência aos moradores de rua, leiam o que escreveu hoje a Folha de São Paulo:

No discurso, ela ainda sugeriu que governos estaduais praticam uma política higienista. "O que está ocorrendo é uma limpeza humana nas grandes cidades deste país", disse a presidente, após lembrar que as polícias são controladas pelos governadores. Como argumento, ela citou o número de 142 moradores de rua que teriam sido mortos pela violência, segundo os organizadores do evento. De acordo com Dilma, é preciso abrir um diálogo com os governadores sobre a questão, já que a "União não tem poder sobre municípios nem sobre Estados". Para ela, isso mostra porque seria preciso aperfeiçoar o pacto federativo.

Se pegarmos o número menor de moradores de rua, 143 mortes de pessoas significam 12 mortes por 100 mil habitantes, entre um grupo que não tem casa, não tem saúde, não tem segurança, não tem nada. Se pegarmos pelo número maior das estimativas, a média fica em 7 mortes a cada 100 mil.

A média de homicídios do Brasil, após quase uma década de governo do PT, é de 22,6 por 100 mil habitantes. Segundo estatísticas do Sistema de Informações de Mortalidade do Ministério da Saúde, ocorreram, em 2010, quase 50 mil assassinatos no país, com um ritmo de 137 homicídios diários. As mortes de um dia nas estradas são praticamente as mortes de um ano entre os moradores de rua. No trânsito, a violência é a mesma, sendo que o número de mortes é de mais de 30 para cada 100 mil habitantes. Há uma grande responsabilidade do Governo Federal nestas mortes. Enorme responsabilidade. Cabe à Dilma impedir o tráfico de armas e o tráfico de drogas. Cabe à Dilma manter as estradas federais, que são as que mais matam, em condições mínimas de trafegabilidade.

Dilma Rousseff, ontem, em deprimente espetáculo de demagogia e politicagem barata, usou a parcela mais miserável da população brasileira, que demonstra o fracasso das suas políticas sociais, para lavar as mãos do sangue de inocentes que dependem, integralmente, do poder público que, em última análise, a tem como maior autoridade. E ainda jogou a culpa sobre os governadores de estado. A esquerda vive buscando mortes e mártires para, sobre eles, exercitar o seu discurso de luta de classes. É uma vergonha ouvir uma presidente falar em "limpeza humana" e "higienismo", com tantas mortes sob sua inteira responsabilidade. Mais vergonhoso ainda é nenhum membro da oposição dar uma resposta à altura.  


A VIA LIGHT NA MADRUGADA DA QUINTA FEIRA (22) RECEBEU UMA NOVA CAMADA DE ASFALTO. FICOU MUITO LINDO. FUNCIONA COMO PROPAGANDA PARA O GOVERNO. O POVO APLAUDIRIA COM MAIS SATISFAÇÃO E OS MOTORISTA DE VEÍCULOS PARTICULARES, ÔNIBUS, CAMINHÕES, CARROCEIROS E ETC. AGRADECERIAM SE AS ESTRADAS SANTA PERCELIANA E ADRIANÓPOLIS, FOSSEM PREMIADAS COMO O MESMO SERVIÇO. A SANTA PERCELIANA ESTÁ QUE É BURACO SÓ. A ESTRADA FAZ A LIGAÇÃO DO BAIRRO DE SANTA RITA AO BAIRRO DE NOVA BRASÍLIA. AMBOS, NA URG DE VILA DE CAVA.


O TRÂNSITO ONTEM (22) EM NOVA IGUAÇU, ESTAVA MAIS PARA AMARELO ENXOFRE. A RETENÇÃO NA VIA LIGHT FOI PELAS  TANTAS MAIS DE DUAS (2) HORAS. VAI QUE O NOVO ASFALTO, ESTAVA SEGURANDO OS CARROS
AVENIDA AMARAL PEIXOTO


NO VIADUTO DOM ADRIANO HIPÓLITO TUDO EM PAZ. TRANSITO PARA SANTO NENHUM COLOCAR DEFEITO.

JÁ AVENIDA TRANCREDO NEVES, SE NÃO SE PODE DIZE O MESMO. O ENGARRAFAMENTO SE ESTENDIA ATE O NOVO VIADUTO NAS PROXIMIDADES DO "EXTRA"


GENTE, OLHEM PARA A ESQUERDA DA IMAGEM. A SOLUÇÃO SALTA AOS OLHOS. SE MESQUITA E NILÓPOLIS, CONSEGUIRAM OCUPAR A FAIXA DA SUPER VIA, NOVA IGUAÇU TAMBÉM PODE. BASTA CONVERSA. PODE-SE CRIAR UMA NOVA PISTA ATÉ COMENDADOR SOARES.
video


video

video

video



                                                                                   
 DESVIO NA FORÇA ÁREA BRASILEIRA - FAB.
UM DESVIO DE TRÊS BILHÕES DE REAIS (70% DO TOTAL DO INVESTIMENTO PREVISTO PARA O PRÓXIMO ANO!); COM PAGAMENTOS SENDO FEITOS ATÉ PARA DEFUNTOS!!! MINHA NOSSA MÃE DE DEUS; NOSSO PAÍS ESTÁ SE ESFARELANDO, MESMO, NO QUE DIZ RESPEITO À ÉTICA E À MORAL!!!

E NO MINISTÉRIO DA DEFESA, O QUE ANDAM FAZENDO POR LÁ???
http://www.istoe.com.br/reportagens/179743_A+FARRA+DA+FAB?pathImagens&path&actualArea=internalPage

· · · há 13 horas ·
  • QUE PAÍS É ESSE. NEM OS MILITARES ESCAPAM DA CULTURA DA CORRUPÇÃO
  • 10 pessoas curtiram isto.
    • Edson F. Nascimento VOA, VOA PASSARINHO...
      há 13 horas ·
    • Mara Gonçalves Pois é! Isso só acontece porque tudo vira pizza principalmente pelo PT. E olha só que ironia do destino, quem mais criticava é o que mais tira do seu pobre povo.
      há 10 horas ·
                                                                                  


Boudou volvió a atacar a Clarín y LA NACION



"Están haciendo un ataque feroz en contra de la libertad de acceso al papel y en definitiva en contra de la democracia", lanzó al defender el proyecto oficialista que trata el Senado

WWW.LANACION.COM
El vicepresidente Amado Boudou afirmó hoy que el proyecto que declara de interés público la producción y comercialización de papel para diarios, que debate el Senado, "va a mejorar la calidad de la información y la pluralidad de opiniones en la Argentina".
En ese marcó volvió a embestir contra Clarín y LA NACION al señalar que ambos matutinos "están haciendo un ataque feroz desde sus líneas editoriales en contra de la libertad de acceso al papel que necesitan todos los medios y en definitiva en contra de la democracia".
Boudou sostuvo que el oficialismo "está trabajando con mucha fuerza y mucha tranquilidad en el proyecto de la Presidenta", luego de que la Cámara Alta sancionara el Proyecto del Presupuesto por 44 votos positivos a 26 negativos.
En un comunicado, el titular del Senado dijo que "lamentablemente estamos viendo que Clarín y La Nación, que son socios de la empresa Papel Prensa junto con el Estado Nacional, están haciendo un ataque feroz desde sus líneas editoriales en contra de la libertad de acceso al papel que necesitan todos los medios y en definitiva en contra de la democracia".

Defensa del paquete oficialista

En ese sentido, Boudou destacó la importancia de la sanción del Presupuesto porque "se trata de una herramienta fundamental para poder gobernar y además porque le otorga una mayor institucionalidad a nuestro país".
En este sentido, el vicepresidente recordó que el año pasado, con la anterior composición del Congreso de la Nación, "la oposición dejó al Gobierno sin presupuesto" y agregó: "Se dedicaron a ponerle palos en la rueda, pero la Presidenta encontró las herramientas para que pese a todo el país siga creciendo y continúe generando puestos de trabajo pese al complicado contexto internacional".
Sobre la sanción del Estatuto del Peón Rural, Boudou subrayó que la norma "da más derechos y más seguridades a los trabajadores del sector agropecuario".
Respecto de las medidas de fuerza que impulsó ayer la Uatre que lidera Gerónimo Venegas, en contra de la iniciativa, Boudou señaló que "la posición de Venegas es para defender algún sistema de financiamiento, porque muchas de las banderas que incorpora esta ley son banderas de los trabajadores"..


                                                                                  

Nenhum comentário:

Postar um comentário